Poesia: Orgulho de ser Maçom - Notícias - GOEB - Grande Oriente Estadual da Bahia

Grande Oriente Estadual da Bahia

Notícias

Poesia: Orgulho de ser Maçom

Poesia: Orgulho de ser Maçom

01 fevereiro 2018
Colares pesados, comendas Coloridas.
Aventais dourados, títulos gigantescos
E termos de tratamento.
O vil não o encantava ou enganava.
Tampouco as homenagens lhe agradava.
“Eu sou isso ou aquilo” não lhe dizia nada.
“Eu sou quem sou” era no que ele pensava.
Porque trabalho voluntário requer vontade e não cargo.
Fraternidade demanda sincera amizade e não falsa autoridade.
E uma escola de moralidade deve prover aprendizagem, em vez 
de culto a imagem.
Afinal, o poder existe para servir e não para mentir.
E antes de ser “Grão” ou “Grande”… precisa-se ser Mestre… 
de seus próprios defeitos.
Pois para se discutir reconhecimento faz-se necessário conhecer
a si mesmo.
Então, quando o avental branco for o principal paramento;
E a iniciação for a principal cerimônia a recordar;
Ele e seus irmãos poderão sentir o ápice do orgulho de serem maçons.
Orgulho esse tão ofuscado pelo brilho das vaidades e o grito horrendo 
dos tristes fatos aqui ocultados.

Autor: Kennyo Ismail
PUBLICIDADE

Mais notícias

2014 - GOEB - Grande Oriente Estadual da Bahia - Todos os direitos reservados.
Rua Marquês de Barbacena, 157 - Saúde - Salvador - Bahia - Brasil. Telefone: (71) 3243-9162 / 3241-0420
Lince Web - Soluções Inteligentes